Sejam bem vindas(os)

Sejam muito bem vindos aqui no meu cantinho.
Fiz este blog sobre minha redução do estômago .

Se vc tem alguma dúvida sobre a redução do estômago pergunte,fale como foi a sua tbm,vamos tirar dúvidas se tiver.
E interagir sobre esse novo mundo gastroplatizado :) .
Se vc não for sem problemas vamos ser amigas(os) ok.
Se quer alguma mudança física ou pessoal faça no hoje o amanhã demora por isso que o meu blog se chama a Albonéia de antes e a de agora por que agora e minha decisão e minha atitude amanhã ou depois só Deus sabe.
bjs
Albonéia

Dicas

Boa aqui vou postar umas dicas que recebo para regime e de calorias e falar sobre o produto diet e light que eu ou alguém já experimentou se e bom ou não.



Recomendações dietéticas

01 - Seguir corretamente os horários das refeições;
02 - Usar adoçante artificial moderadamente,usar com aspartame;
03 - Carnes magras e grelhadas ou assadas;
04 - Salada temperada sem óleo,com um pouco de limão aprimora o aroma e acrescenta vitamina C;
05 - Procurar comer devagar,mastigando bem os alimentos no minimo 20 vezes,para facilitar corte-os em pequenos pedaços e utilize colher de chá ou garfo de sobremesa,de um intervalo de 5 minutos para cada garfada.
06 - Ingerir liquidos uma hora antes e depois das refeições nunca durante;
07 - Usar sal moderadamente,ele retem liquido no organismo,você fica inchada e também pesada,impedindo a eliminação de toxinas;
08 - Consuma nomáximo 150 gramas de comida,aproximadamente de 4 a 5 colheres de sopa.
09 - Faça 6 refeições ao dia:café da manhã,lanche da manhã,almoço,lanche da tarde,jantar e ceia,a cada 3 horas sem eliminar nenhuma.
10 - No almoço e no jantar,caso contenha carne de preferencia pela mesma.
11 - Prefira queijos e leites magros:cottage,queijo branco,mussarela light:
12 - Quando ingerir pães de preferencia,pão de forma,pão francês torrado ou na chapa,magic tost maryland;
13 - Não consuma alimentos que esmigalham na boca,pois sao os mais calóricos: bolachas,sequilhos,nozes,biscoitos de polvilho,amendoim,pipoca e castanhas

-----------------------------------------------------------------------------------------------
Está na hora de agir como quem quer emagrecer e se livrar de uma vez por
todas dos quilos extras.

Você faz um enorme esforço, perde alguns quilos e fica toda empolgada com o
resultado. Depois de algum tempo, porém, a força de vontade diminui e,
quando vê, seu corpo já recuperou todo o peso de volta. Se isso lhe pareceu
familiar, provavelmente você faz parte do grupo de pessoas que emagrecem o
corpo, mas que continuam pensando como gordos.

"A única forma de conseguir resultados permanentes é passar a pensar como
uma pessoa magra", afirma a nutricionista Teresa Labanca, do Hospital
Balbino, no Rio de Janeiro. Ou seja, para chegar lá, é preciso adquirir
novos hábitos e ter atitudes de quem está de bem com seu corpo, como:

Não pule refeições. O primeiro mandamento para quem busca o peso ideal é
alimentar-se regularmente: no mínimo quatro refeições por dia. Os horários
não precisam ser obedecidos à risca, mas não fique mais de quatro horas sem
comer. "Quando você fica em jejum, o seu organismo libera substâncias de
estresse. Essa é a principal razão para aumentar a compulsão alimentar", diz
Teresa.

Apague os pensamentos gordos. Na próxima refeição, tente separar o que é
fome e o que é gula. "Durante o almoço, antes de terminar o prato, faça uma
pausa de 3 minutos. Se sentir vontade de comer, possivelmente é fome. Mas se
achar está satisfeita, é gula", explica Fernanda Pisciolaro, nutricionista e
membro da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome
Metabólica, ABESO.

Tenha um diário. É comum ouvir pessoas que estão de dieta dizerem: "Não sei
por que não emagreço, eu só almocei salada". Muitas delas se esquecem de
mencionar o cafezinho depois do almoço. Por isso, a melhor maneira de
identificar os próprios deslizes e, conseqüentemente, corrigi-los, é
anotando no papel tudo o que você come ao longo do dia.

Treine o autocontrole. Basta um aniversário na família para que toda a sua
dedicação alimentar vá por água abaixo. "Você não precisa passar vontade,
mas precisa ter autocontrole", afirma Fernanda. "Em vez de comer no
automático, faça planos do que vai comer: 1 lanche, 5 salgadinhos e 2
brigadeiros, por exemplo", ensina a nutricionista.

Espere 10 minutos antes de beliscar. "Quando der vontade de atacar a
despensa, tome 2 copos de água gelada ou chá quente. Depois, distraia-se com
outra atividade. A compulsão alimentar dura em média 8 minutos", afirma
Fernanda. Uma segunda dica é tomar 1 copo de água morna com 1 colher (chá)
de mel e gotas de limão.

Seja preguiçosa com o garfo. "O tempo ideal para uma boa refeição é, no
mínimo, 25 minutos", ensina Fernanda. Para diminuir o ritmo, crie o hábito
de mastigar lentamente, pousando os talheres entre as garfadas. Não tenha
pressa; saboreie o alimento.



------------------------------------------------------------------------------------------------------------


http://www.exgordo.com.br/noticias/coca_zero_4325215.jpgA moda dos
refrigerantes zero chegou como um alento para os aficionados pela bebida
que encaram a dieta. São diversas variações que não apresentam nenhuma
quantidade de açúcar, sugerindo riscos mínimos para o regime. Outras opções
como, os lights e diets, também confundem muitas pessoas, que acabam
colocando o sucesso do regime
em risco ao
consumir doses excessivas da bebida. E será que eles estão liberados mesmo?

O problema é que mesmo nas versões menos calóricas, os refrigerantes se
tornam uma ameaça quando o assunto é derrubar o ponteiro da balança ou a
escolha de uma vida saudável. Para te ajudar a entender como os eles
interferem nos quilos a menos, o MinhaVida conversou com a nutricionista
Daniella Camargo, que aponta os principais problemas da bebida. Confira e
descubra porque os sucos devem entrar com tudo no seu menu.

Refrigerante na refeição
Já não é novidade que beber enquanto comemos, não ajuda em nada no regime,
mas de acordo com a nutricionista Daniella Camargo, quando o assunto é
refrigerante o perigo aumenta. "A ingestão de líquidos, principalmente
gasosos, dilata o estômago dificultando a digestão e fazendo a sensação de
fome reaparecer em poucos minutos", alerta a nutricionista.

É aí que o perigo aparece e a ingestão maior de alimentos aumenta. "Logo
depois doalmoço
já estamos
morrendo de fome, já que não ficamos satisfeitos com a refeição, mais sim
com a impressão de estômago cheio, graças a ingestão da bebida gasosa",
explica. "Dessa forma, abusamos dos petiscos e também comemos mais na
refeição seguinte".

Mas, se você acha impossível se alimentar sem colocar nada líquido na boca,
a nutricionista dá a dica. "O ideal é não beber nada, ou então optar pelo
suco
, principalmente cítricas, porque auxiliam na absorção de ferro, encontrado
em verduras, leguminosas e carnes, ou ingerir água, que não tem calorias e
não engorda", sugere.

Zero, diet ou light
Os problemas dos refrigerantes diet, light ou zero estão ligados, em geral,
ao aumento do consumo de sódio. De acordo com a nutricionista Daniella
Camargo, ele oferece riscos para saúde e para o regime. "Os refrigerantes
zero, diet e light não estão liberados na dieta, porque quando se diminui a
quantidade de açúcar no refrigerante, é preciso aumentar a quantidade de
sódio para compensar o paladar", diz. "O sódio em excesso retém líquido, e
com isso aumenta o peso, podendo apresentar problemas para saúde do fígado e
rins, por exemplo", explica.

A especialista explica que uma dose de refrigerante normal apresenta, em
média, 10mg de sódio, enquanto, a opção light varia de 28 a 39mg para uma
quantidade de 200ml (um copo médio). "A dose diária recomendada de sódio é
de cerca de 1,5g por dia, isso para pessoas que não são hipertensas",
explica Daniela Camargo

Prefira os sucosOcasiões especiais
De acordo com a nutricionista, o verdadeiro problema é que as pessoas
exageram na dose e costumam tomar refrigerante o tempo todo. "Tomar um copo
de refrigerante em um aniversário, por exemplo, não é o fim do mundo. O
problema são as pessoas que ingerem, no mínimo, três copos por dia. É ai que
os riscos aparecem", diz a nutri.

Confira receitas especiais que a nutricionista preparou para te deixar com
água na boca e esquecer o refrigerante:

FONTE: http://minhavida.com.br
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
51 atitudes simples e eficientes para emagrecer

A enxurrada de dietas, tratamentos e fórmulas emagrecedoras está deixando as
pessoas confusas.Quer saber? A melhor receita continua sendo mudar a cabeça
e corrigir os hábitos alimentares com pequenas ações diárias

Edição Estela Galizia | Reportagem: Tatiana Schibuola

Se há anos você vive pulando de dieta em dieta, está na hora de trocar de
tática. Ou você ainda não percebeu que elas só funcionam por um período
limitado? "Geralmente, depois que se atinge o objetivo, a tendência é voltar
aos hábitos antigos e recuperar um a um os quilos perdidos ou, o que é pior,
ganhar outros mais", diz Luciano Teixeira, professor de endocrinologia da
Universidade Federal de Pernambuco. Para evitar o efeito sanfona, que detona
o corpo e a auto-estima, o melhor é aprender a escolher os alimentos,
driblar tentações, fazer trocas coerentes, se exercitar no mínimo três vezes
por semana e não ter pressa em ver o ponteiro da balança baixar. Com o
auxílio de profissionais, reunimos sugestões simples, que irão ajudá-la a
entrar em forma e manter a linha.

Atenção em meio à correria
1. Nem pense em pular o café da manhã. Um estudo recente publicado no
American Journal of Clinical Nutrition comprovou que um desjejum balanceado
faz com que o corpo estoque menos gordura durante o dia.

2. Nunca fique mais de três ou quatro horas sem comer. "Dessa forma, o
organismo libera um neurotransmissor, o peptídeo YY3-36, recém-descoberto,
que proporciona a sensação de plenitude gástrica", explica Luciano
Teixeira.Você não vai sentir tanta fome na próxima refeição.

3. Procure beber pelo menos 2 litros de água ao longo do dia. "O organismo
costuma confundir a sensação de sede com a de fome", avisa o
endocrinologista Filippo Pedrinola, da Associação Brasileira para Estudos da
Obesidade, de São Paulo.

4. Abasteça a geladeira com iogurtes de polpa de fruta, pudins e gelatinas
light. Eles ajudam a aliviar o desejo por doces.

5. "Entre uma garfada e outra, experimente descansar os talheres na borda do
prato. Por incrível que pareça, a técnica faz você mastigar mais devagar e a
saciar-se com menos", ensina Luciano.

6. Você vive presa em congestionamentos? Então, carregue sempre um
"pronto-socorro" na bolsa, com alimentos leves, como barrinhas de cereais,
bolachas integrais ou frutas secas.

7. Se você mora sozinha ou é a única da casa que necessita de controle
alimentar, invista em congelados light. "Os pratos em geral são individuais
e têm entre 200 e 300 calorias", aconselha o endocrinologista e
nutricionista Wilmar Accursio, de São Paulo.

8. Não coma lendo ou vendo televisão. A distração faz com que você abuse das
quantidades.

9. "Para evitar o ataque voraz a biscoitos e bolachas no escritório no meio
da tarde, programe dois lanches saudáveis em vez de um só: um iogurte ou uma
fruta às 15 horas e uma barra de cereal ou uma fruta às 17 horas", recomenda
o nutrólogo Carlos Alberto Werutsky, de Porto Alegre.

10. Mantenha na geladeira saladas higienizadas e legumes congelados. Assim
não dá preguiça de preparar uma refeição leve.

Escolhas inteligentes
11. Aposte nos queijos magros, como as versões light do branco, do
Polenguinho e do requeijão, na ricota, no cottage e nos leites e iogurtes
desnatados.

12. Em vez de presunto, mortadela, pastrami, copa e salame, opte por
blanquet de peru ou chester.
13. Modere a quantidade de molhos, como mostarda e catchup. Eles são
riquíssimos em calorias e pobres em nutrientes.

14. "Resista a receitas com molhos brancos", alerta Carlos Alberto. Eles são
encorpados com creme de leite, farinha de trigo e até mesmo com maionese.
Portanto, aumentam, e muito, as calorias.

15. "Prefira os sorvetes à base de frutas, sem leite, como uva, limão,
abacaxi, tangerina, morango e maracujá", diz a nutricionista Mônica Beyruti,
da clínica Alfredo Halpern, em São Paulo.

16. Louca por um docinho? Frutas em calda preparadas em casa apresentam
baixo valor calórico - contanto que você não exagere na quantidade de
açúcar.

17. Nas receitas de doces, sempre que possível, experimente trocar o açúcar
por adoçante ou misturar um pouco de cada um.

18. "Nos molhos para saladas e legumes, substitua a maionese e o creme de
leite pelo iogurte desnatado", recomenda Filippo.

19. Se o grelhado parece insosso, uma opção para melhorar o sabor é
acrescentar ervas e especiarias.

20. "Prepare uma versão natural e menos calórica de refrigerante em casa:
misture água com gás bem gelada ao suco de um limão ou de uma laranja.
Coloque adoçante a gosto", ensina Durval Ribas, presidente da Associação
Brasileira de Nutrologia.

21. Retire sempre a pele das aves antes de cozinhar e a gordura aparente das
carnes vermelhas.

22. Providencie uma grelha vazada para o preparo das carnes. Assim, a
gordura eliminada não entra em contato com o alimento.

23. Para gratinar os vegetais no forno, Mônica Beyruti indica um molho leve,
feito à base de leite desnatado e margarina light.

24. Molho de tomate fresco é a opção mais magra para massas. Só não exagere
no queijo ralado.

25. Prepare os legumes no vapor, nunca na manteiga. Se quiser deixá-los mais
saborosos, pode acrescentar um fio de azeite.

26. Evite frituras. O alimento refogado é quatro vezes menos calórico do que
o frito. E mais: "Superaquecido, o óleo também libera acroleína, substância
que dificulta a digestão e pode ser tóxica", observa a nutricionista
Madalena Moyá, de São Paulo.

27. "Comece a refeição com uma salada rica em folhas e vegetais cozidos. O
alto teor de água e fibras aumenta a sensação de saciedade", informa a
nutricionista Bia Rique, da Clínica Ivo Pitanguy, no Rio de Janeiro.

28. Um tempero nota 10 para a salada: aceto balsâmico, limão e ervas. Além
de saborosa, a mistura dispensa o azeite.

29. Abuse do forno para economizar no óleo. Tempere peixes, carnes, aves e
legumes, embrulhe em papel-alumínio e asse.

30. Procure resistir aos carboidratos no jantar. À noite, enquanto você
dorme, eles são armazenados sob a forma de gordura.

31. Dê preferência a pães integrais light, ricos em fibras e pobres em
açúcar e gordura saturada.

No supermercado, com autocontrole

32. Faça uma lista com os alimentos que estão faltando e compre somente o
que estiver relacionado. O planejamento é fundamental para evitar o consumo
exagerado e, conseqüentemente, o hábito de comer por impulso.

33. Tente se alimentar antes de ir às compras. Com fome, é tiro e queda:
você acaba colocando no carrinho o dobro de petiscos.

34. ompre guloseimas em embalagens individuais. "É muito mais fácil manter o
autocontrole quando você se depara com uma barra pequena de chocolate em vez
de uma caixa cheia de bombons", diz Bia Rique.

35. Dê uma olhada no rótulo dos alimentos. Os doces diet, por exemplo,
embora isentos de açúcar, podem conter uma quantidade maior de gorduras do
que a versão normal do produto.

36. Cuidado com biscoitos recheados e salgadinhos industrializados. "Eles
contêm grande quantidade de gordura vegetal hidrogenada e, no caso dos
salgadinhos, glutamato monossódico. Essas substâncias reforçam aquela
sensação de que é impossível comer um só", diz Arthur Kaufman, psiquiatra e
coordenador do Projeto de Atendimento ao Obeso, do Instituto de Psiquiatria
do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

Mais magra no restaurante, na lanchonete,na happy hour...
37. Sempre que possível, dispense o couvert e peça logo de cara uma bela
salada como entrada.

38. Troque o cheese salada com bacon por um lanche com pão francês (sem
miolo) e recheio de frango ou peru, pouco queijo, muita alface e tomate -
sem maionese, por favor! O valor calórico é mais baixo e você ainda se livra
da gordura saturada.

39. Cheque os ingredientes dos sanduíches naturais. "Pode ter muita maionese
escondida no meio do atum e da cenoura ralada", lembra Filippo Pedrinola.

40. Na pizzaria, dê preferência aos recheios de rúcula, abobrinha, escarola,
atum ou berinjela."Tempere com algumas gotas de azeite de oliva
extravirgem", sugere Durval Ribas.

41. Na happy hour, diga "não" às porções de amendoim, batata frita, bolinhos
recheados, tábuas de frios, lingüiça calabresa, empadinhas... Para driblar a
fome ou a gula, petisque tiras de carne ou frango ou carpaccio.

42. Os restaurantes à la carte são bem mais "seguros" que os rodízios, onde
a gente costuma comer muito mais do que precisa.

43. "Antes de fazer o pedido, verifique o tamanho das porções. Se forem
muito grandes, veja se é possível optar só pela metade ou dividir o prato
com o acompanhante", diz Bia Rique.

44. Em self-services, fique esperta com as saladas cremosas e com as que
misturam ingredientes. Prefira folhas verdes, legumes ralados, grãos
cozidos, cogumelos frescos e tomate.

45. Antes de se servir, analise todas as opções do bufê de frios e de pratos
quentes. "Em geral, a pessoa pega o que vê primeiro. Depois, não resiste às
outras tentações", lembra Bia Rique.

46. Durante a semana, nem sequer olhe o cardápio de sobremesas. Pergunte
apenas quais são as opções de frutas frescas.

47. "No cinema, para quem não consegue ficar sem mastigar, uma sugestão bem
menos calórica que a pipoca é um pacotinho de soja torrada", afirma a
endocrinologista Maria José Basile, de São Paulo. Em casa, vale a pipoca
light de microondas.

48. Pouco antes da festa, faça um lanchinho saudável. Com o estômago
abastecido, será mais fácil dizer "não, obrigada" às ofertas de petiscos
tentadores.

49. As bebidas destiladas, tais como aguardente vodca e uísque, apresentam
alto teor alcoólico. São, portanto, muito calóricas: 1 mililitro de álcool
tem 7 calorias. "Se quer beber um pouco, prefira uma taça de espumante,
vinho tinto ou branco secos", recomenda a nutricionista Myriam Ganzerli
Jorge, de São Paulo.

50. Intercale doses de bebida alcoólica com copos de água. Além de controlar
o consumo de álcool, você economiza calorias.

51. Se você não abre mão da cerveja, experimente as versões não
alcoólicas."Você aprecia o sabor, mas não consome as calorias do álcool",
explica a nutricionista Roseli Rossi, de São Paulo.





-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Sugestões de caldos 1º mês







1)

batata

cenoura

couve

músculo



2)

chuchu

mandioquinha

escarola

frango



3)

cará

vagem

mostarda

peixe(cação)



4)

mandioca

cenoura

couve

peixe



5)

inhame
chuchu
almeirão

lagarto



6)

abóbora
beterraba

agrião
frango




7)

mandioquinha

cenoura

couve

peixe





8)

batata

abobrinha

escarola

fígado




9)

mandioca

vagem

espinafre

frango

10)
cará

beterraba

agrião

peixe



11)

batata

cenoura

escarola

carne

12)

mandioquinha

cenoura

almeirão

frango


13)

inhame

abobrinha

espinafre

peixe




14)

mandioca

chuchu

couve

carne


15)

abóbora

beterraba

mostarda
frango


Temperos:cebola,alho.louro,coentro,salsinha,alho poro,orégano verde,manjericão e sal.

Não utilizar temperos industrializados como "sazon,maggi,knorr e ouros"

200 ml no almoço e 200 ml no jantar

Líquido para os intervalos:(café da manhã,lanche e ceia ) água,água de coco,gatorade,suco polpa ou natural ;que não seja ácido caju,goiaba,pêra,melão,melancia,laranja lima,tomate,mamão tudo coado,chá de ervas;camomila,erva-doce,hortelã e cidreira fracos,flores e frutas.

Leite desnatado puro ou diluído com iogurte light coado,leite de soja light ou suco de soja light.

Não consumir chá preto,chá mate,café.

Orientações gerais:

Consumir os líquido lentamente.

Coar em peneira de malha fina.

Variar os sabores para não enjoar.

Utilizar adoçante no lugar do açúcar(os diabéticos não devem consumir o gatorade).

Não consumir nada,além do que esteja marcado aqui sem autorização do médico ou nutricionista.


-------------------------------------------------------------------------------
Preparo para a cirurgia(gastroplastia)


2 dia antes da cirurgia(dieta branda sem resíduos)
arroz bem cozido
caldo de feijão
carne,frango ou peixe cozido
bolacha de água e sal
pão tipo bisnaguinha com pouca margarina
chá de ervas com adoçante

1 dia antes da cirurgia (dieta líquida)
chá de ervas
suco coado
gelatina diet
água de coco
sopa de legumes com carne ou frango batida e coada
atenção está dieta e para antes da cirurgia